18 de agosto de 2015

Mas ao certo, o que queres tu?

Assim se vive a vida:
Imagem retirada do Google

Queres fazer algo, mas por motivos alheios à tua Vontade (dizes tu!), não podes - sentas-te, esperas um milagre, desistes.

Queres fazer algo, mas por Teimosia achas que não é responsabilidade tua - sentas-te, esperas um milagre, desistes.

Queres fazer algo, mas o Passado diz-te que, por experiência, vai correr mal - sentas-te, esperas um milagre, desistes.

Queres fazer algo, mas por Orgulho achas que é fraqueza e que fazê-lo compete ao Outro - sentas-te, esperas um milagre, desistes.

Queres fazer algo, mas no fundo cai sobre ti uma dose industrial de Preguiça - sentas-te, esperas um milagre, desistes.

Resultado: Ficas com o rabo achatado e deixas que os Outros e os teus Medos vivam a TUA vida por ti. Só tu podes escolher agir em vez de reagir, fazer acontecer em vez de esperar que aconteça, e acima de tudo desdramatizar os resultados porque na realidade, se perguntares à tua Razão : O que é o pior que pode acontecer? Vais ver que não será nada de tão catastrófico como os fantasmas da tua mente querem que tu acredites.

Sem comentários:

Enviar um comentário