12 de fevereiro de 2016

Abraça-me

Abraça-me.
Envolve-me nos teus braços
Que são galhos de árvore florida
Onde cantam os pássaros.

Beija-me.
Faz dos teus lábios a água
Que mata a sede e a aumenta
Como ao meu desejo por ti.

Conquista-me.
Como o pedaço de terra
Que cultivas com o amor das tuas mãos
Para teres os mais doces frutos.

Relembra-me.
Como à memória quente
Que aviva os sentidos
E arrepia a pele de tanto querer.

Sabes que é assim, 
Os dias passam e as noites voltam,
Cada uma trazendo mais um pouco de ti
A mim.
A nós.
A este amor que é,
De tão nosso, 
Do Mundo. 
E que de tanto, 
Faz tão pouco,
Se tu não estás.


Feliz Dia dos Namorados




2 comentários: